Raspberry Pi 3 e a decepção dos 32 bits!

Raspberry Pi 3 e a decepção dos 32 bits!

Raspberry Pi 3

A Raspberry Pi 3 veio pra causar, veio com um frenesi danado. “Ohhhh meu Deus, vamos ter uma placa 64 bits da toda poderosa”. Show de bola, até eu dei o braço a torcer.

Vamos por os pingos nos is. Para começo de conversa, não odeio a fundação Raspberry, sim tem algumas pessoas que acham que eu odeio hahahahahaha. Inclusive montei um Cluster Beowulf com 5 Raspbery Pi 2 overclockadas. Fui recordista mundial de Overclock da Pi 2.

A minha bronca é que a placa se tornou quase uma religião, onde fanzocas do mundo inteiro ignoram outras excelentes placas, só… por ser… outras placas… de outras marcas. Enfim, isso não vem ao caso agora.

Raspberry Pi 3 é 64 bits, mas o Kernel e OS não!

 

É isso mesmo que você leu meu amigo, por enquanto você está levando gato por lebre. Ouve um marketing danado da placa em cima dos tais 64 bits. Lindo D+. Você compra a dita cuja, ela demora mais de um mês para chegar e então você decide fazer o download da imagem. Você tem uma bela surpresa. É a mesma imagem da Rasp 2, que por consequência é a mesma imagem da A+, B, B+, etc… Você começa a pensar, “Tem alguma coisa errado nessa história, cadê a opção dos 64 bits?”. Então você resolve dar uma olhada no Github e não encontra nada! Um pouco incrédulo você resolve fazer um teste prático.

Roda o código:

Nenhuma resposta! Mais uma vez você tenta outro código:

É nessa hora que você descobre que a placa tá rodando um Kernel e um OS 32-bits. “Ué? Mas me venderam uma placa 64 bits.”

Sim meu amigo fofinho, realmente te venderam uma placa de 64 bits, mas conforme Eben Upton “A placa irá manter os 32 bits por retrocompatividade, e só iremos mudar para 64 bits quando acharmos que há necessidade!”

Não acredita? Quem sabe em outros sites? Você pode ler na linux.com e a linuxgizmos.com.

Pois é, isso só foi falado no lançamento da placa e parece que a galera se esqueceu. Não estou aqui para falar das outras paradinhas que foram adicionadas, mas estou aqui para relatar o fato! Sabe-se lá Deus quando eles vão querer mudar para 64 bits, olhando a tradição da placa em não mexer nos seus bagulhinhos para não perder compatibilidade, acredito vai longe (a placa continua com DDR2 e a mesma GPU Broadcom que não roda 4k).

Para quem me conhece, sabe que sou fã da Hardkernel, e quem conhece a Hardkernel, sabe que eles fazem um trabalho de primeira linha, hoje por U$ 40,00 compraria a Odroid C2 que é 100% compatível com 64 bits, 2gb de Ram DDR3, nem vou comentar da GPU que roda 4K.

Outra placa que estou apostando muito é PINE A64+. Já foi um sucesso no Kickstarter, acredito que vai incomodar seus concorrentes, mas vamos esperar para ver. Quando chegar a minha faço um vídeo review.

Pra complementar, você pode ler esses artigos:

 

Benchmark da nova Raspberry Pi 3 B

Quase tudo já foi se falado nas interwebs sobre a nova Raspberry Pi 3 B, o novo Soc de 64 bits, seus novos componentes, sua cor, suas novas trilhas, seu cheiro, o que o Boss tava pensando quando imaginou, o peido do engenheiro escondido no elevador e por aí vai. …

Overclock na Raspberry Pi 3

Rapaaaaz, mal saiu a Raspberry Pi 3 e não faltam retardados, iguaizinhos a mim, para ver o processador fritando. Não sei se todos sabem, mas já fritei o processador de muita Raspberry Pi 2. Procura aí nas Interwebs e você vai entender o porque. Também já fritei muito processador ARM …

Que tal nos encontrar no SeuTubo para ver dicas, tutoriais e Reviews de placas? Canal Sistemas Embarcados

 

Conheça também nossos grupos do Facebook:

Forte abraço e até o próximo embarcado.

Related Post